sexta-feira, 15 de julho de 2011

Velocidade da Inspiração

Tudo é grátis, eu não suplico.
Os sentimentos saem de mim,
em palavras, como espirros.
Eu não explico...
Eu nem escrevo, às vezes nem leio.
Às vezes acho que psicografo.
A velocidade é tanta que parece alheio.
Não dá tempo de registrar tudo.
Só não esqueço porque foge à razão.
Fica timbrado no interior do peito mudo
até que se expila do coração.
Ou da mente, da alma, do espírito,
da pele, do sono, pela mão.
(Danilo R. Leite)

Um comentário:

Savio Gomes música&poesia disse...

Olha aí, seu 'cabeça de mamão', você não me enviou este!
E é muito bom para que ficasse ao largo do meu conhecimento.

Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License