sexta-feira, 25 de novembro de 2011

VRLS


Pois nunca deixou de prometer ao futuro
Nem com a falta da tal figura
Alçou voo livre por cima do muro
Provou a todos bondade em garra pura

Questionado se havia perdido o rumo
Receoso que fala de mãe tem força
Com medo de a vida tirar seu prumo
Ergueu-se atroz a arrumar a bolsa (e partiu)

Partiu do ninho com mil pretensões
Partiu de saudade zil corações
Foi e voltou com a honra e a glória
Instituições de caráter em sua história

Breve enunciado do início fugaz
E da eternidade que aguarda esse rapaz
Aos pés do planeta Terra que um dia jaz
Resto fã do orgulho que tu aos amigos traz
Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License