terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

O APRENDIZ

NEM O MELHOR APRENDIZ 
NÃO APRENDE DIREITO
SEM NUNCA TER CICATRIZ
SEM TER UMA DOR NO PEITO

NINGUÉM APRENDE A CAMINHAR
SE ABRE MÃO DE SE CORTAR
NADA DE BELO SE CONSTRÓI
POIS SE EM TI NADA DÓI

A VIDA PEDE ESFORÇOS
MUITAS VEZES DESUMANOS
MESMO PARA OS MAIS DEVOTOS
É A DOR QUE IMPEDE OS PLANOS

PARA QUEM NÃO SABE AINDA
COM TEU SANGUE EM TAÇA GRANDE
A DOR DEVAGAR SE BRINDA
QUANDO TEU SOFRER SE EXPANDE

2 comentários:

Savio Gomes música&poesia disse...

Pegou pesado, mas fala da realidade. Quem disse que este nosso "tempinho" aqui é fácil? A vantagem só pode levar aquele que sabe previamente dos obstáculos, da dor.
O poema é duro, mas muito bom e esclarece(dor)...

sicilia disse...

Mas os poemas estão ae para isso, falarem de dor com som e ritmo!

Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License